RSS
Podcast

Conta-nos uma história

A ovelha Leninha costumava brincar com os seus amigos, no campo verdejante. A Nobita, uma rã muito curiosa, passava os dias a fazer perguntas. Já o Quila, o cuco audaz, contava histórias que encantavam todos os animais. Um dia, o Quila decidiu reunir os seus amigos na Fonte da Água Mágica, para lhes contar a melhor história de sempre: – Vai ter um final feliz? ? perguntou Nobita. Quila exclamou: – Só dependerá de nós, porque não conheço ainda esta história. Ficaram todos confusos, mas estavam tão felizes, que não se questionaram mais. Quila continuou: – Ora bem, vamos todos beber um pouco desta água e a história começará. E assim foi, cada um bebeu um gole e a magia aconteceu! Abriu-se uma fenda na fonte e entraram num mundo desconhecido. Ouviam música inédita, bela e encantatória. A paisagem era linda. Sentaram-se numa pedra ? Eh! Cuidado que me magoam, não têm cadeiras?! ? Disse a pedra, muito indignada! Saltaram num instante. Nobita exclamou: – Bem, já sabemos por que as pedras são frias! Começaram a andar, não era muito seguro estar ali e encontraram um bilhete no chão, onde se podia ler: MISSÃO – SALVAR OS ANIMAIS DA FLORESTA. Afinal, era essa a história deles! Inesperadamente, ouviram um choro, era um lobo bebé muito assustado! Nobita perguntou-lhe. – O que te aconteceu bebé lindo? Ele respondeu: – chamo-me Trovão e perdi-me, num dia de trovoada, os meus pais devem estar aflitíssimos! Nobita exclamou logo: – Vamos ajudar-te! Leninha, um pouco apreensiva, comentou: – Por mim, gostava muito de ajudar, mas os teus pais poderão comer-me. Trovão esboçou um sorriso e disse: – Não tenha medo, pois somos lobos vegetarianos, aliás, aqui, nenhum animal come outro, pois somos todos amigos. – Ufa, assim, ajudo com toda a minha força ? e suspirou de alívio. Entretanto, ao longe, ouviam-se gritos aflitivos. – Trovãaaaoooooo, Trovãaaaoooooo, onde estáaaas? Já todos sabiam quem iam encontrar. Leninha levava o Trovão ao colo, com muito orgulho. De repente, avistaram os pais do Trovão, que começaram a correr para eles, lavados em lágrimas. Após beijos e abraços apertados, os três amigos afastaram-se e voltaram à Fonte da Água Mágica. A história de hoje, que era a deles, tinha sido maravilhosa. Tinham salvo uma família, o coração batia bem forte. Ter cumprido a missão era uma boa sensação!


Partilhar